Welink Builders Welink Builders
Habitação sustentável e respeito pelo ambiente: tudo o que precisa de saber:

Habitação sustentável e respeito pelo ambiente: tudo o que precisa de saber

Welink Builders

Welink Builders

O sector residencial é simultaneamente essencial e responsável por emissões significativas de CO2. O número de unidades habitacionais disponíveis é muito inferior à procura em algumas regiões. É portanto essencial encontrar soluções sustentáveis para continuar o desenvolvimento deste sector de actividade, preservando simultaneamente os recursos naturais e a saúde financeira dos vários intervenientes. Neste contexto, a casa sustentável tenta dar uma resposta eficaz a todos os problemas atuais, respeitando ao mesmo tempo o ambiente.

 

 

Resumo:

 

1. A Habitação sustentável: definição 

  • a. Os desafios de uma casa sustentável 
  • b. Habitação sustentável e respieto pelo ambiente 

2. Como construir uma casa sustentável: exemplos de processos a realizar 

  • a. Utilização de materiais de base biológica
  • b. Eco-design: um pilar de arquitectura sustentável
  • c. Integração de fontes de energia renováveis
  • d. Promoção da economia local
  • e. Controlar o seu orçamento de construção ou renovação
  • f. Integrar a noção de conforto e saúde dos habitantes
  • g. Reforçar a ligação social 
  • h. Antecipação das alterações na habitação e do seu fim de vida

 

 

1. A Habitação sustentável: definição 

 

Os desafios de uma casa sustentável 

Como o nome sugere, a habitação sustentável incorpora todas as preocupações relacionadas com o desenvolvimento sustentável na sua concepção e/ou construção. Embora o respeito pelo ambiente e a redução do impacto carbónico da construção estejam no centro deste conceito, o aspecto ecológico não é o único aspecto de uma casa sustentável. É uma visão mais global do impacto de uma casa no seu ambiente económico e social.

 

O desenvolvimento da economia local, a saúde dos habitantes, o reforço dos laços sociais entre os representantes do projecto e os futuros habitantes representam, por exemplo, alavancas de acção para a construção de uma casa sustentável.

 

Finalmente, para que uma casa seja verdadeiramente sustentável, deve não só responder aos problemas atuais dos seus ocupantes e da sociedade, mas também tentar antecipar essas necessidades no futuro. Idealmente, a habitação sustentável deveria ser capaz de se adaptar e evoluir simultaneamente com o seu ambiente sem grandes transformações. 

 

 

Habitação sustentável e respieto pelo ambiente 

Na era da transição ecológica, muitos termos estão a aparecer para designar casas mais amigas do ambiente. Casa ecológica, Edifícios Energia Zero (EEZ), construção passiva: todos estes termos podem ser confusos e não designam necessariamente um habitação sustentável. 

 

Por exemplo, embora as casas/edifícios energia zero ou passivas se caracterizem por uma redução significativa no consumo de energia, não são necessariamente construídas de forma ecológica ou ética (materiais amigos do ambiente ou escolha de artesãos locais). 

 

As casas ecológicas, por outro lado, mostram um desejo global de respeitar o ambiente: escolha de materiais "verdes", concepção ecológica, redução do impacto visual da construção ou mesmo controlo do consumo. Só se tornam verdadeiramente sustentáveis quando também integram dimensões éticas, sociais e económicas. 

 

 

2. Como construir uma casa sustentável: exemplos de processos a realizar 

 

Utilização de materiais de base biológica

Os materiais de base biológica são derivados de organismos vivos e podem ser de origem vegetal ou animal (madeira, cânhamo, palha, cortiça, etc.). Ao evitar a utilização de recursos fósseis, estes representam uma verdadeira alternativa sustentável para a construção de habitações. 

 

As casas de estrutura de madeira são um bom exemplo da utilização de um material de base biológica como método de construção. A madeira também pode ser escolhida como revestimento de fachada sob a forma de revestimento ou como combustível para o aquecimento da casa. 

 

Materiais tais como palha ou cânhamo são muito eficientes para o isolamento interior das casas. São perfeitamente adequados para satisfazer as novas normas ambientais e térmicas para novos edifícios. 

 

É favor notar que nem todos os materiais de base biológica são necessariamente ecológicos e naturais. Podem ser transformadas quimicamente ou importadas. 

 

 

Eco-design: um pilar de arquitectura sustentável

A arquitectura sustentável (ou eco-design) consiste em conceber projectos que não só são amigos do ambiente, mas também têm um bom desempenho através da sua concepção e composição. 

 

Pela sua orientação, constituição e disposição, a construção adapta-se ao seu ambiente e não o contrário. Por exemplo, uma casa construída num terreno inclinado será disposta em vários níveis, possivelmente com partes enterradas para seguir o perfil natural do terreno sem aumentar a quantidade de terraplanagens. Em regiões com um clima mais frio, devem ser procurados ganhos naturais de calor para reduzir as necessidades de aquecimento. Como regra geral, as fontes de energia renováveis e os materiais inovadores são favorecidos neste tipo de design. 

 

Em resumo, o objectivo é utilizar o ambiente direto da casa como um bem de construção sempre que possível. Se houver restrições, as propriedades intrínsecas do edifício devem ser capazes de lidar com elas sem consumo excessivo de energia

 

A gestão de recursos, tanto durante a construção como durante o funcionamento, é também um importante ponto de reflexão. A redução de resíduos, reutilização e recuperação são exemplos de processos a serem levadas a cabo durante a concepção ecológica.

 

 

Integração de fontes de energia renováveis 

Para a sustentabilidade não há nada melhor do que escolher uma energia renovável. Energia solar, energia geotérmica, ar exterior: estas soluções, associadas a uma concepção eficiente, podem substituir ou reduzir significativamente o consumo de combustíveis fósseis e as emissões de gases com efeito de estufa.

 

O novo regulamento ambiental RE 2020 incentiva fortemente a integração de uma fonte de energia renovável na construção de novas casas. Se "tudo renovável" não for técnica ou financeiramente viável, as soluções híbridas (caldeiras a gás híbridas ou a utilização de um fogão a lenha e radiadores auxiliares) podem ser uma boa alternativa. 

 

La nouvelle réglementation environnementale RE 2020 encourage d’ailleurs fortement l’intégration d’une source d'énergie renouvelable dans les constructions de maisons neuves. Si le « tout renouvelable » n’est pas envisageable techniquement ou financièrement, les solutions hybrides (chaudières gaz hybrides ou encore utilisation d’un poêle à bois et de radiateurs d’appoint) peuvent s’avérer être une bonne alternative

 

 

Promoção da economia local

O aspecto económico é uma das preocupações de uma casa sustentável. É bastante possível construir ou renovar a sua casa enquanto participa no desenvolvimento da economia local (ou pelo menos nacional).

 

Uma forma de o fazer é selecionar materiais de origem local ou fabricados em Portugal, bem como artesãos próximos da sua casa, se estiver a utilizar profissionais para o trabalho.

 

 

Controlar o seu orçamento de construção ou renovação

O conceito de economia e controlo de custos também entra em jogo para o proprietário do edifício. Não é apenas uma questão de encontrar as soluções mais eficientes e ecológicas. Os custos de aquisição de equipamento e materiais também devem ser mantidos sob controlo e, idealmente, lucrativos a médio e longo prazo. Para que uma solução técnica seja sustentável, deve ser tão eficiente quanto possível e amiga do ambiente, mantendo-se ao mesmo tempo coerente com o orçamento disponível.

 

 

Integrar a noção de conforto e saúde dos habitantes

Faz alguns anos que as casas já não são apenas "funcionais", mas são concebidas como verdadeiros espaços de vida para os seus habitantes. A casa sustentável preocupa-se agora com a saúde e o conforto dos seus ocupantes, integrando elementos tais como:

  • qualidade do ar interior ;
  • higrometria confortável (nível de humidade);
  • conforto térmico no Verão e no Inverno
  • bom isolamento acústico;
  • colas, tintas e aglutinantes não tóxicos;
  • espaços verdes.

 

 

Reforçar a ligação social 

Um projeto de construção sustentável é uma oportunidade para criar ou reforçar laços sociais. Pode ser uma casa auto-construída envolvendo várias pessoas em torno de um objetivo comum, um estaleiro de construção colaborativa ou uma associação. Nestas situações, o empreendimento humano ligado ao processo de construção é realçada.

 

Os bairros ou eco aldeias concebidos para reforçar a ajuda mútua, os laços com a  vizinhança com projectos colectivos (por exemplo, hortas comunitárias) ou para promover a diversidade social também estão em causa. 

 

 

Antecipação das alterações na habitação e do seu fim de vida

A antecipação de necessidades futuras pode ser uma tarefa complexa. Em apenas alguns anos, os nossos estilos de vida mudaram consideravelmente com a difusão do teletrabalho e a crescente necessidade de um espaço ao ar livre em casa. 

 

Embora seja naturalmente impossível prever alterações futuras, algumas escolhas de design podem ajudar a adaptar uma casa sem grandes obras de renovação. Por exemplo, é possível escolher equipamentos que podem ser desmontados sem ser demolido para que possa ser deslocado facilmente. A escolha de mobiliário interior intemporal e de qualidade pode permitir mantê-lo durante muitos anos e adaptá-lo à decoração de diferentes divisões sem ter de o substituir. 

 

Finalmente, a segunda vida útil dos materiais após a desconstrução da estrutura também deve ser considerada. Para um mínimo de resíduos e impacto, favorecer soluções recicláveis, biodegradáveis ou reutilizáveis.

 

Não existe um modelo universal para uma casa sustentável que efetivamente assinale todas as caixas (ambiental, social e económica). Cada projeto é diferente e depende das preocupações do proprietário, das suas capacidades financeiras e das questões locais chave.

É um profissional de construção?

Referencie a sua empresa no Welink Builders