Welink Builders Welink Builders
Abordar um projeto: dicas úteis para jovens arquitetos freelancer

Abordar um projeto: dicas úteis para jovens arquitetos freelancer

Welink Builders

Welink Builders

O início de carreira dos jovens arquitectos freelancer pode ser um desafio. São diversos os temas com que muitos se deparam quando têm um projecto em mãos pela primeira vez. São raros os cursos de Arquitectura em que são abordados temáticas como o cálculo de honorários, a legislação ou todas as outras áreas com as quais os jovens arquitectos freelancer terão de se cruzar.

 

Se acabou de formar-se, ou estagiou circunscrito à produção de desenhos, sem nunca estar envolvidos nestes temas, vamos deixar-lhe algumas dicas úteis para abordar um projecto que o podem ajudar. 

 

 

Conteúdo:

 

1. A elaboração de proposta de honorários 

2. O levantamento do lugar de projeto 

3. Onde encontrar a legislação aplicável a cada projeto

4. Parcerias com colegas, engenheiros e outros profissionais 

 

 

1. A elaboração de proposta de honorários 

Para os jovens arquitectos freelancer esta é, normalmente, a primeira grande dificuldade e em que, provavelmente, cometerão erros. Não há uma fórmula exacta para este cálculo, porque existem diferentes métodos de trabalho e, num projecto, podemos estar a propor diversos serviços. Há, no entanto, alguns pontos que queremos salientar: 

 

  • O investimento que fez na sua formação, as suas ideias e o tempo que dedica têm um preço, por isso, um projecto nunca deverá ser elaborado sem qualquer remuneração. 

 

  • Estime o seu valor hora: este deve estar em concordância com a sua experiência, mas também com custos associados às outras actividades dos jovens arquitectos freelancer vão ter: tempo de produção, pesquisa, tempo gasto em contactos, comunicações de e-mail, deslocações, parques de estacionamento, aluguer de escritório/ coworking, impressões, etc.;

 

  • Não se esqueça que os jovens arquitectos freelancer também pagam impostos (IVA, IRS) e Segurança Social: informe-se devida e previamente para saber que percentagem terá de considerar para que o lucro do projecto seja viável. 

 

  • Descreva detalhadamente todas as fases do projecto e elementos a entregar ao cliente. (No caso de pedidos adicionais futuros, isso permitir-lhe-á rever o valor da proposta inicial.)

 

  • Exclua, especificamente, pagamentos de taxas que devam ser pagas pelo cliente e serviços que não está a contemplar na proposta (como projectos de especialidades, fiscalização e direcção de obra). 

 

  • Os prazos de execução dos jovens arquitectos freelancer são pessoais, dependerão da quantidade de trabalho e também da aprovação das várias fases do projecto por parte dos envolvidos. Relembre-se (e ao cliente) de que alguns prazos não estão, unicamente, dependentes de si. No caso de projectos com licenciamento por parte da câmara, os prazos poderão estender-se.

 

  • Para jovens arquitectos freelancer poderá ser muito importante poder adicionar o projecto ao seu portefólio. Mencione cláusulas de direitos de autor e acorde com o cliente poder usar o trabalho em publicações futuras. 

 

  • Os jovens arquitectos freelancer poderão não ter obra construída, mas podem seleccionar alguns trabalhos académicos para acompanhar e valorizar a proposta de honorários. 

 

 

2. O levantamento do lugar de projeto 

Um correcto levantamento do lugar de intervenção poderá evitar erros de projecto e futuras percas de tempo. Principalmente, se a distância não permitir visitas rápidas para verificações.

 

Seja um terreno, edifício, ou simples divisão, faça um registo fotográfico completo. Se ainda não tiver uma planta, desenhe um esquema rápido e anote os ângulos a partir dos quais fotografa cada vista. Se já tiver elementos gráficos, leve-os consigo impressos no dia da visita. Registe todas as dimensões (larguras, altura de janelas, portas, reentrâncias, pés direitos, etc.) e abuse das cores. Elas facilitarão a leitura dos apontamentos no momento de passar para o digital. 

 

A fita métrica e o laser serão os novos melhores amigos dos jovens arquitectos freelancer.

 

Tome nota da orientação solar. Quase todos os projectos são condicionados por este factor.

 

No caso de terrenos e edifícios existentes, os jovens arquitectos freelancer poderão necessitar de um topógrafo para executar o levantamento (altimétrico e planimétrico) georreferenciado detalhado. 

 

Nunca avance para um trabalho sem o levantamento, pois só a partir dele conhecerá todas as condições em que se vai desenvolver o projecto. 

 

 

3. Onde encontrar a legislação aplicável a cada projeto

Os jovens arquitectos freelancer devem conhecer a legislação aplicável ao projecto que vão desenvolver. Além da legislação mais abrangente como o Regime Geral de Urbanização e Edificação (RGEU), os jovens arquitectos freelancer devem estar dentro dos planos municipais e respectivos regulamentos aplicáveis. 

 

Poderão encontrá-los nos sites das câmaras, ou contactar directamente os seus departamentos de urbanismo. Actualmente, quase todo o território português está registado no Sistema de Georreferenciação (SIG), pelo que todos os jovens arquitectos freelancer poderão consultar on-line e fazer download das condicionantes territoriais do seu projecto. 

 

No site da Ordem dos Arquitectos da Secção Regional Norte, podem ainda encontrar o conjunto de Decretos-Lei aplicável a cada programa específico. 

 

4. Parcerias com colegas, engenheiros e outros profissionais 

Ter boas ideias e conhecer a legislação aplicável aos projectos é muito importante, mas um projecto tem inúmeras especialidades e particularidades envolvidas. Os jovens arquitectos freelancer terão de se aliar a engenheiros (de estruturas, hidráulica, telecomunicações, etc.) e outros técnicos para desenvolverem projectos completos e funcionais. 

 

Mesmo que, de início, os projectos não tenham essas exigências, os jovens arquitectos freelancer devem aumentar o seu networking e ir criando a sua rede de parceiros: engenheiros, desenhadores, orçamentistas e outros colegas da área poderão ajudá-lo a resolver os problemas e a melhorar a sua capacidade de resposta. Contacte-os através do Linkedin, participe em conferências e peça recomendações a colegas mais velhos. 

É um profissional de construção?

Referencie a sua empresa no Welink Builders